Saltar para o conteúdo


Manifestantes atearam fogo na via e interditaram as duas pistas em São Luís

Manifestantes atearam fogo na via e interditaram as duas pistas em São Luís

CCentrais sindicais brasileiras protestam na manhã desta sexta-feira (10) na Avenida dos Portugueses, em São Luís, contra a reforma trabalhista que entra em vigor a partir deste sábado (11) e também contra a reforma da previdência.

Após atearem fogo na via os manifestantes interditaram totalmente as duas pistas.

Novas leis

Quatro meses após ser sancionada pelo presidente Michel Temer, entra em vigor no sábado (11) a nova lei trabalhista, que traz mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

As novas regras valerão para todos os contratos de trabalho vigentes, tanto antigos como novos, segundo o Ministério do Trabalho.

As alterações mexem em pontos como férias, jornada, remuneração e plano de carreira, além de implantar e regulamentar novas modalidades de trabalho, como o home office (trabalho remoto) e o trabalho intermitente (por período trabalhado).

(Com informações do G1MA)

A Prefeitura Municipal de Barra do Corda, promoveu mais um importante trabalho de Cidadania nesta sexta-feira, 10 de novembro. Dessa vez, os beneficiados com as atividades foram os moradores do Povoado Barro Branco.

Em mais uma edição do Projeto “Prefeitura na Comunidade”, inúmeros serviços foram ofertados nas mais diversas políticas públicas na esfera municipal, dentre elas nas áreas da Saúde, Assistência Social, Infraestrutura e Educação, beneficiando milhares através consultas médicas, atendimentos com ortopedista, dentistas, procedimentos de ultrassonografia, saúde preventiva além de serviços de assistência social, infraestrutura e na área da Educação.

O Projeto “Prefeitura na Comunidade”, oferece a população a oportunidade de conhecer melhor e se beneficiar dos serviços ofertados pelas diversas secretarias da Prefeitura, num mesmo local, pertinho de casa.

luis cardoso

Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, fez a avaliação em entrevista ao G1. Nova lei trabalhista entra em vigor neste sábado.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, durante audiência pública na Câmara dos Deputados (Foto: Edu Andrade/ASCOM Ministério do Trabalho)

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, durante audiência pública na Câmara dos Deputados (Foto: Edu Andrade/ASCOM Ministério do Trabalho)

 Com o início da vigência da nova lei trabalhista neste sábado (11), a contribuição sindical obrigatória, que era cobrada no valor de um dia de salário de cada trabalhador, deixa de existir e, por conta disso, deverão desaparecer mais de três mil sindicatos. A avaliação foi feita pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, em entrevista exclusiva ao G1.

Atualmente, segundo o ministro, há cerca de 16,8 mil sindicatos no Brasil, dos quais 5,1 mil são patronais. O restante, cerca de 11,3 mil, representa os trabalhadores.

“Eu acredito que deverá reduzir em 30% dos 11,3 mil sindicatos [dos trabalhadores]”, declarou o ministro. Segundo Nogueira, essa redução vai acontecer porque parte dos sindicatos vai se fundir a outros.

Segundo Ronaldo Nogueira, os sindicatos dos trabalhadores que tendem a desaparecer são aqueles que não realizaram, nos últimos três anos, acordos coletivos, considerados por ele como uma das “razões fundamentais da organização sindical”.

“A grande realidade é que o movimento sindical no Brasil vai ter de olhar para dentro e vai ter de se reconstituir no sentido de voltar a ter representação sindical por categoria. Para que os acordos coletivos de trabalho, que tenham força de lei, possam ser deliberados por um sindicato forte. E que realmente ofereça uma contraprestação ao trabalhador, que vai contribuir com alegria”, declarou.

Acordo coletivo

O ministro do Trabalho afastou a possibilidade de ser instituído um período de transição para o fim da contribuição sindical obrigatória, pelo qual ela continuaria valendo por algum tempo, sendo extinta posteriormente.

Segundo ele, a nova lei trabalhista, que prevê o fim da obrigatoriedade, será respeitada. “Aquilo que foi aprovado, está consolidado”, declarou.

Ronaldo Nogueira informou que sua proposta é que os trabalhadores possam, em assembleia, fixar um valor de contribuição para subsidiar as despesas dos sindicatos nas ações para fechar acordos com as empresas.

Mas o ministro do Trabalho explicou que, mesmo sendo definida em assembleia, essa contribuição não seria obrigatória.

“O trabalhador que entender que não deve contribuir, tem que se manifestar. Dizendo ‘não concordo em pagar e não vou pagar'”.

Nogueira avaliou que a contribuição sindical obrigatória representa um “valor significativo” para os sindicatos, mas disse que eles têm outras formais levantar recursos para custeio.

“Engana-se quem pensa que os sindicatos sobrevivem por conta somente da contribuição obrigatória. É um valor significativo, mas há sindicatos que têm uma contraprestação de serviços para o trabalhador reconhecida. E esses sindicatos vão se fortalecer. E o trabalhador vai ser mais participativo nos acordos coletivos de trabalho”, concluiu.

Por Alexandro Martello e Fabio Amato, G1, Brasília

Governo federal suspende recursos da saúde para 36 prefeituras do MA

Municípios apresentaram irregularidades, conforme levantamento interno do Ministério da Saúde. Eles perderão quatro meses de repasse nas áreas das vigilâncias sanitária e saúde

O Ministério da Saúde suspendeu o repasse de recursos destinados a ações de Vigilância Sanitária para 36 prefeituras do Maranhão, após a constatação de irregularidades.

A decisão está publicada na edição desta quarta-feira 1º, do Diário Oficial da União (DOU), com base no monitoramento realizado no último dia 18 de agosto.

Deixarão de receber as parcelas referentes aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2017 as prefeituras de Alcântara, Anapurus, Boa Vista do Gurupi, Brejo, Buriti, Cândido Mendes, Carutapera, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão, Chapadinha, Colinas, Graça Aranha, Magalhães de Almeida, Maranhãozinho, Mata Roma, Milagres do Maranhão, Monção, Nova Olinda do Maranhão, Palmeirândia, Peri Mirim, Pio XII, Porto Franco, Presidente Vargas, Santana do Maranhão, Santo Amaro do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São João Batista, São João do Carú, São Luís Gonzaga do Maranhão, São Vicente Ferrer, Timbiras, Tuntum e Vila Nova dos Martírios.

Segundo a publicação no DOU, os municípios apresentaram “irregulares quanto ao cadastro dos serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e quanto à informação da produção da vigilância sanitária no Sistema de Informação Ambulatorial”.

O Ministério da Saúde afirma que a decisão considerou uma portaria que consolida as normas sobre o financiamento e a transferência dos recursos federais, a responsabilidade da pasta pelo monitoramento da utilização dos recursos e a responsabilidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária pelo monitoramento da regularidade na alimentação do Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), e do Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS).

atual7

Roseana diz que já demonstrou honestidade ao confirmar pré-candidaturaAnúncio ocorre depois do ATUAL7 revelar um acordão entre o ex-senador José Sarney e o presidente Michel Temer

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) confirmou, nessa sexta-feira 4, que disputará mesmo as eleições de 2018 como candidata ao Palácio dos Leões.

O anúncio foi feito em entrevista ao jornal O Estado, um dia após o ATUAL7 revelar o acordão fechado entre o seu pai, o ex-senador José Sarney, e o presidente da República Michel Temer, ambos também do PMDB, envolvendo convênios federais, 150 prefeitos maranhenses e 25 deputados estaduais.

Segundo Roseana, após acompanhar o cenário político estadual, ele chegou a conclusão de que pode fazer um governo melhor do que o do governador Flávio Dino (PCdoB), que tentará a reeleição.

“Nossas gestões já haviam sido melhores que a atual e, com a experiência que já temos e a firme determinação de fazer ainda mais, não tenho dúvidas de que podemos dar ao nosso estado condições melhores de desenvolvimento”, declarou.

Num dos trechos da entrevista, Roseana Sarney disse também que já demonstrou ser honesta e ter experiência para proporcionar o desenvolvimento do Maranhão. Ela aproveitou ainda para fustigar o comunista, acusado por adversários e até por próprios aliados de ser ditador e perseguidor.

“Já demonstrei minha honestidade, seriedade, experiência, equilíbrio, capacidade administrativa e liderança política. É urgente recolocar o Maranhão na trilha do desenvolvimento econômico, do emprego, de mais oportunidades e cuidado com os que mais precisam. Não aceito demagogia, oportunismo, prepotência e perseguições”, completou.

Segundo a última pesquisa do Instituto Escutec, Roseana é favorita na disputa, vencendo em todos os cenários.

atual7

Para quem esperava que a notícia fosse causar grande impacto ou ao menos reboliço nos meios políticos, estava dormindo ou nunca acordou. Roseana Sarney entrar na disputa nunca  foi nenhuma novidade, nem mesmo para o Palácio dos Leões.

Jamais foi mistério a disposição dela de voltar ao comando do Maranhão. Agora, em condições bem diferentes. Em 2006 entrou contra o Palácio dos Leões com a certeza de que venceria no primeiro turno o candidato do então governador José Reinaldo Tavares, o ex-prefeito de São Luís, Jackson Lago. E quase chega lá, mas perdeu no segundo turno para a máquina.

No ano que vem, em 2018, espera chegar ao segundo turno para desbancar o atual governador, Flávio Dino. Os cenários são completamente diferentes, com Flávio Dino no poder disputando a própria reeleição, mas nada impossível.

A repercussão da pré-candidatura de Roseana Sarney passou por São Luís desapercebida, no momento em que a cidade lamentava a morte de uma menor de 10 anos e no momento em que a sociedade ainda clama por justiça para que o criminoso seja encontrado e preso.

No interior do Maranhão todos já sabiam e alguns até esperavam o inverso, que a ex-governadora anunciasse de lá pra cá, de Imperatriz, talvez, até a capital.

Roseana inicia uma pré-campanha de forma desorganizada, bem ao estilo dela, e centralizadora. A classe política não sabe com quem conversar e nem Roseana tem paciência para o diálogo.

A Campanha de 2006, quando ela fora do poder foi derrotada, começou assim, apostando na sorte. Naquela época havia um governador chamado Zé Reinaldo que elegeu seu sucessor. Agora, existe Flávio Dino, cego para se reeleger, o que pode fazer a diferença contra ou a favor.

É aguardar,

Blog do luis cardoso

Diego Granjeiro (Podemos), vereador em Belágua, no Maranhão, foi assassinado nesta madrugada enquanto dormia. As informações na cidade é de que a própria esposa, Cristiane Granjeiro (na foto com o marido), teria cometido o crime com uma faca e depois tomado rumo ignorado. 

Segundo o Blog do Interligado, as facadas atingiram a região do pescoço e que a vítima teria sido dopada por medicamentos.

A polícia ainda não sabe as causas que levaram a esposa a matar o marido. O corpo será periciado agora no período da tarde no IML de São Luís.

g1

Robert Serejo Olveira, depois de negar que era ele próprio quem estava sendo preso na barreira policial da Estiva, e garantir que não era o autor da morte da menor Alanna Ludmilla Borges, de 10 anos, confessou agora à tarde no Comando Geral da Polícia Militar que estuprou e matou a enteada, com os detalhes.

O padrasto da vítima esteve na casa da Alanna duas vezes no dia do crime, quarta-feira passada, dia 1º, sendo uma pela manhã, por volta das 9h e outra com o tio da vítima no período da tarde.

Segundo a delegada que preside o inquérito, ele chegou na casa pela manhã, pulou o muro e entrou pela porta dos fundos com uma cópia das chaves que usava.

A menor, que estava saindo do banheiro só de toalha, se assusto e ameaçou gritar. Ele partiu pra cima dela e colocou as mãos na boca de Alanna para que não pudesse gritar e despertar os vizinhos e a arrastou para a sala onde terminou de consumar o ato. O assassino nega a participação de qualquer outra pessoa no episódio.

Depois do crime, foi pra casa dele agindo normalmente como se não tivesse acontecido. Em seguida se dirigiu até ao Supermercado Maciel e no dia seguinte, quinta-feira, pegou o ônibus que faz linha para São José de Ribamar e de lá rumou para o Terminal da Cohab.

Procurou a praia da avenida Litorânea para planejar a fuga, sempre acompanhado tudo que saia na imprensa. Informou que não tinha nenhuma intenção de se entregar, mas acabou sendo descoberto dentro de uma Van na Estiva.

blog do luis cardoso

Na sexta-feira(20), a Prefeitura de Barra do Corda inaugurou a primeira escola indígena.

A nova unidade fica localizada na Aldeia Três Irmãos, que possui cerca de 1.500 habitantes . A escola vai atender com satisfação crianças e jovens da comunidade.

A cerimônia de entrega contou com a presença de lideranças políticas do município e do estado, secretários municipais, vereadores, professores e moradores.

“E como é gratificante vê que a nossa gestão está dando mais qualidade para o ensino da rede municipal de educação. E com isso, as nossas crianças poderão ter um futuro melhor”, afirmou o prefeito Eric Costa.

luis cardoso